Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://osbastidoresdavida.blogs.sapo.pt

Decoração . Arquitetura . Design . Inspiração

Cozinhas pequenas

dc27633fb906769b9d9984675663f739.jpg

A cozinha é das partes mais importantes da casa, bem, talvez não para os ingleses mas para os portugueses ainda é um espaço preferêncial. Em tempos era por lá que se fazia a entrada na casa, tudo se passava em volta de um grande forno a lenha, a mesa da cozinha acomodava o pequeno-almoço, os cadernos para os trabalhos de casa, o almoço, as tardes de Domingo em redor de uma garrafa de vinho e uma conversa que não parecia ter fim. Para mim, assim devia ter continuado a ser, talvez ainda fosse se a televisão não tivesse vindo ocupar o espaço central da casa.

Na minha casa ainda vivo em volta da cozinha e sala de jantar, que se interligam por uma abertura sem porta. Aqui trabalho, como, faço trabalhos manuais, escrevo, leio, organizo as burocracias, dobro roupa, (...), permanece um espaço polivalente e central aqui em casa.
A importância das cozinhas depende não só do estilo de vida que temos como da própria cozinha e são muitas as vezes que a legamos para segundo plano porque não tem uma dimensão adequada ou uma estética apelativa.
Hoje trago alguns exemplos que de cozinhas que, apesar de pequena, são aprazíveis, eficazes e, igualmente, espaços importantes na casa.

89e2202c30ac11dc59fffb74383f49fb.jpgFoto | photo: ADmagazine

9.jpgFoto | photo: via Delikatissen

78e83f9445c8024fdbf437b4db456679.jpg032e9b2900fd4a3329719fd6b8ace4e0.jpgFoto | photo: Decoholic

Algumas dicas:

Numa cozinha pequena devemos optar por tons claros, em especial nas paredes. O branco, embora seja uma opção arriscada devido à manutenção de limpeza que exige, será sempre a cor que mais luz e amplitude trará ao espaço.

No caso de ser uma kitchenet é importante que esta se link com a restante área onde está inserida. Uma forma simples de o fazer é através do mobiliário, tanto da sala como da cozinha. A escolha do tipo de madeira e das linhas mais ou menos rectas ou trabalhadas servirão para uniformizar os dois espaços tornando-o num só.

A inclusão de alguns pontos de cor, além de quebrarem a monotonia do branco, dão ao espaço alma e juvealidade. E se um painel de azulejos coloridos ou papel de parede floral parecer uma ideia descontextualizada do conceito que se possa ter de cozinha/casa que se pretende, uma máquina de café vermelha, um salazar amarelo e um jarro laranja irão oferecer ao espaço o splash de cor que se procura.

Num conceito de casa mais neutro e naturalista o uso de materiais naturais, como balcão de madeira, vasos de plantas, cadeiras com tecidos naturais e texturados, taças em cortiça, um quadro em ardósia, (...) poderão ser soluções válidas para aquecer o ambiente frio e cortante de uma cozinha branca mesmo que esta seja de área reduzida.

Não é preciso mandar vir comida de fora todos os dias, basta transformar a nossa cozinha num espaço onde apeteça estar e cozinhar

 

A história por trás do blog [parte 1]

5075fca50a7d554a6547117077f56a3b.jpgFoto | Photo: House to Home

Não sei se também aconteceu com vocês que têm blogues, mas, mesmo não tendo sido a minha primeira vez, a criação deste blogue veio de uma vontade de escrever [assim como aconteceu com todos os anteriores] e quando esse é o principal objectivo de um blogue, fica difícil nos confinarmos apenas a um tema. Porém, desta vez, apercebi-me rápidamente que não queria escrever sobre trivialidades, nem exaustivamente sobre politíca [aconselho vivamente porém que votem], nem queria tão pouco que este fosse um diário da minha [aborrecida] vida.

 

Em paralelo com a vontade de escrever, a origem deste blogue prendeu-se também com a vontade de partilhar e trocar conhecimentos sobre áreas da vida que eu gosto e sobre as quais tenho um bocadinho mais a dizer.

Foi com a inclusão do instagram na vida dos bastidores, e olhando de forma mais consistente para as imagens que vão fazendo os meus dias, que me foi fácil perceber que este teria de ser um blogue muito mais sobre decoração do que sobre qualquer outra coisa. A ideia do nome "os bastidores da vida" veio exactamente do conceito de espaço para lá dos holofotes, ideia de refugio, o nosso pedacinho de paz, aquele espaço onde tudo se passa e nada é visto a não ser pelos que fazem parte desta mesma vida, a nossa casa.

Portanto, vamos ter muito de decoração por estas bandas, muito de design, de dicas e ideias e muitas coisas giras cuidadosamente seleccionadas para tornares os bastidores da tua vida ainda mais teus.
Tenham um bom fim-de-semana, eu apareço na segunda-feira cheia de novas ideias.

Arquivo