Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://osbastidoresdavida.blogs.sapo.pt

Decoração . Arquitetura . Design . Inspiração

[será que] O mundo da moda está a mudar [?]

enhanced-24184-1450283361-1.jpgenhanced-26385-1450283007-9.jpgPhotos | Fotos: David's Bridal

Finalmente um estilista com bom-senso! David's Bridal lança a sua colecção Primavera-Verão 2016 com a modelo Mercy Watson a vestir tamanho 14. Afinal de contas quantas noivas vestem tamanhos inferiores a 10?
Tomando consciência do seu publico alvo a marca decide vestir modelos que se identifiquem com a média de tamanho mais procurada pela sua clientela.
Não tendo sido, no entanto, a primeira vez que a marca usou modelos tamanho "plus", outras marcas têm abordado esta hipotese com maior abertura e naturalidade. Christian Louboutin tem agora Clementine Desseaux como cara para a sua nova linha de batons vermelhos, sendo esta a primeira vez que a marca selecciona um tamanho 12-14 para uma campanha publicitária.
Será que o mundo da moda está finalmente a mudar e a criar uma ligação realista com o seu verdadeiro consumidor?

Sinceramente já não era sem tempo... se as mulheres preferem-se a si próprias com curvas, se os homens as preferem com curvas, se os pintores as pintam com curvas, os fotografos as escolhem com curvas... porque é que a modas as quer rectas? Não faz grande sentido...

Entre nós não há segredos.

Introducao:
"entre nós não há segredos" é uma conversa, sabes... daquelas que tens com a tua melhor amiga, com o teu companheiro da vida. Há coisas que não falamos alto, dizemo-las só para nós, não por serem demasiado íntimas mas por não terem muita importância.  As coisas importantes temos de as dizer para alguém para que outra pessoa as ouça e especialmente para nós nos ouvirmos também. Entre nós não há segredos por isso conta-me tudo...

enhanced-14804-1398714259-8.jpgDeixa-me divagar sobre a amizade. Lembras-te quando chegaste a minha casa a chorar e saiste a sorrir? Do dia em que beijaste pela primeira vez e vieste contar? Das loucuras que fizemos e que ficaram entre nós? Das longas conversas de relacionamentos frustrados e sonhos por realizar?...

Podia lembrar-me de uma vida de momentos, aventuras e discussões que tivemos, nada abalou a nossa amizade. Nunca precisámos pedir desculpa, bastou-nos sempre a livre escolha da cedência de uma ou outra. Nunca fez sentido isso, ainda não faz e nunca o fará, és a minha melhor amiga e isso significa que tudo o resto é nada. A amizade lava a desilusão do momento, apaga as lágrimas do dia anterior, revela a falta que fazemos/sentimos, tudo o resto é nada.
Grita, diz que não, pergunta porquê, marca a tua posição, explica-te, bate na minha porta e diz o que te está entalado na garganta... e daqui a nada estaremos as duas a rir enquanto bebemos um café... és a minha melhor amiga e isso o tempo não apaga, a vida não muda, a distância não diminui e a nossa memória guardará para sempre os nossos segredos.

Actualmente chama-se melhor amiga aquela que se conheceu ontem, à que foi beber uns copos contigo, à que mais vezes te diz que te ama, cai-se na vulgarização de um verbo tão difícil de conjugar dentro de nós, aquela que não nos ouve mas gosta de ser ouvida, gosta que se diga sim a tudo e frases feitas em jeito de solidariedade. Valores que se perdem com o tempo numa sociedade de enganos e enganados. Amizade é muito mais do que isso e melhor amiga/o é aquela/e que sabe o que sentimos sem abrirmos a boca, sabe do que mais gostamos, conhece as cicatrizes e sabe onde as fizemos. Os outros são candidatos a melhores amigos mas ainda têm muito que pedalar.
 

Arquivo